Imprensa

Home / Imprensa
19/06/20

Hora de se ater à precificação de ativos ilíquidos

Como em toda crise, a rápida disseminação do novo coronavírus, a COVID-19, deixará grandes ensinamentos para o mercado financeiro. Não apenas os negócios com ações e moedas vivenciaram níveis elevadíssimos de volatilidade, mas os mercados de crédito também sofreram com incertezas e oscilações. Considerando que as taxas de juros estão em níveis historicamente baixos, os ativos ilíquidos devem continuar na mira dos gestores de investimentos, mas a atenção aos riscos de crédito e à correta precificação destes papéis precisa e deve ser redobrada.

Clique aqui para ler o artigo completo ou acesse o PDF.

Fonte: Abrapp em Foco

11/04/24

Em relação aos três últimos meses do ano passado, o avanço foi de 20%, segundo […]

Fonte: Valor Econômico

19/03/24

A LUZ Soluções Financeiras, referência em soluções para gestão de riscos, investimentos e governança, acaba […]

Fonte: Editora Roncarati